Noticias

Subsecretária de São Gonçalo recebia R$ 9,2 mil mensais sem trabalhar

'Funcionários do alto escalão da pasta confirmaram que ela nunca foi até lá. Mas as folhas de ponto aparecem', diz promotora de Justiça Renata Neme'


A subsecretária de Fiscalização e Licenciamento da Prefeitura de São Gonçalo, no Rio de Janeiro, Andréa Pinto Costa, recebia mensais de R$ 9.200, mas nunca apareceu no local de trabalho. O Ministério Público apresentou uma denúncia contra ela à Justiça, de acordo com matéria publicada pelo Extra.
"Chegamos até esse caso durante a apuração de uma denúncia de deficiências estruturais na Secretaria Municipal de Meio Ambiente. Problemas que vinham atrapalhando o trabalho de fiscalização e licenciamento na cidade" explica a promotora de Justiça Renata Neme, da promotoria de Meio Ambiente de São Gonçalo. "Funcionários do alto escalão da pasta confirmaram que ela nunca foi até lá. Mas as folhas de ponto aparecem", concluiu.
Conforme denúncia, "somente em 2015 a pseudo subsecretária recebeu um total de R$ 82.800, e no corrente ano de 2016, até esta data, a mesma percebeu quantia de R$ 92.000, perfazendo um total de R$ 174.800 (...) Isso sem ter desempenhado a sua função por sequer um dia".
A subsecretária municipal foi nomeada no dia 31 de março de 2015. O relatório de ponto informa que a funcionária teve frequência integral naquele ano.
Fonte: Notícias ao Minuto






Subsecretária de São Gonçalo recebia R$ 9,2 mil mensais sem trabalhar Subsecretária de São Gonçalo recebia R$ 9,2 mil mensais sem trabalhar Reviewed by Portal Urubui on 13:46 Rating: 5